Imigração: por onde começar?

>> 4 de abril de 2010

O Google me diz que muitos dos que chegam até o blog se perguntam como iniciar um processo de imigração para o Canadá. Bem, nós já estamos mais para o fim do que para o começo, mas vou deixar um passo a passo para iniciantes aqui, já que, além dos anônimos que vem do Google, alguns dos nossos amigos que agora estão sabendo que estamos indo embora gostariam de entender um pouco mais sobre essa história. Além disso, durante a nossa fase de pesquisas, muitos blogs, fóruns e listas de discussão nos foram de grande ajuda, então acho que esta também pode ser minha pequena contribuição. Já vou adiantando que o post vai ser meio longo, e que este texto não tem a pretensão de ser nada oficial, é apenas um apanhado atualizado do que fui pesquisando ao longo do tempo. A fonte oficial sobre imigração sempre será a página do governo canadense Citzenship e Immigration Canada com seus inúmeros links. Aliás, links também não faltam nesse post, então, para abrir uma página em uma nova aba: ctrl+shift, já que sair colocando manualmente target="_blank" no texto todo não é muito a minha praia (se alguém souber de algum jeito fácil de fazer isso no blogspot, por favor avise!).

1- Decisão
O primeiríssimo passo é decidir se um processo como esse realmente é para você. Eu não vou ficar aqui discorrendo sobre as implicações filosóficas dessa decisão, mas só quero deixar claro que o processo é caro, exaustivo e vai depender muito do que você entende sobre mudar para outro país.

Eu ainda nem saí do Brasil, mas depois de mais de dois anos de pesquisa já deu para ter certeza que imigrar não é para qualquer um. O Canadá não é o céu na terra e nem a solução para todas as mazelas que o Brasil pode nos trazer. Imigrar significa começar absolutamente tudo de novo, do zero e em outro(s) idioma(s). Então acho que antes de embarcar em algo desse tamanho é melhor pesar direitinho tudo na balança.

2 -Tipos de processo de imigração
Se o país que você escolheu para imigrar é o Canadá, é hora de saber qual a melhor forma de ir para lá. Alguns vão como estudantes, para depois aplicar para o processo de Canadian Experience Class. Outros vão como empreendedores, por meio do Business Immigration Program. É possível também tentar imigrar pelos doze programas provinciais, cada um com suas próprias exigências. Mas a maioria dos processos são abertos mesmo é na categoria Skilled Workers (processo federal), ou pelo programa do Québec para trabalhadores qualificados, o principal dos programas provinciais. São sobre esses dois tipos de processos que esse post trata.

3 - Diferenças entre os processos
O governo disponibiliza testes para que você saiba se é elegível para obter o visto de residente permante nesses dois processos: este é o teste para o programa Skilled Workers e este é o do Québec. Tente responder às perguntas da forma mais sincera possível, porque se o resultado for favorável, isso significa que a sua pontuação é suficiente e as possibilidades de você conseguir o visto são bastante altas. Os critérios de atribuição dos pontos dependem de seis fatores: nível de escolaridade, conhecimento do idioma, experiência profissional, idade, adaptabilidade e oferta de emprego (critérios de pontos: federal e Québec). 

Apesar dos dois processos serem destinados à trabalhadores qualificados, há algumas diferenças. O processo federal tem restrições quanto às profissões, e por isso é preciso que o candidato tenha pelo menos um ano de experiência comprovada em uma ou mais ocupações desta lista. Agora em abril o governo está discutindo uma reformulação da relação de profissionais em demanda, então mudanças podem ser aguardadas para breve. Além disso é preciso comprovar o domínio do inglês por meio do IELTS. Até o dia 10/04 o resultado do IELTS poderá ser enviado junto com o pedido de documentos, mas depois dessa data o teste será exigido no momento da abertura do processo. Hoje no Brasil o processo federal tem durado mais ou menos de 5 a 8 meses, ao contrário dos processos antigos, de antes da restrição das profissões, que duravam mais ou menos dois anos (ainda há alguns esperando o processo antigo ser concluído, já que a nova lei só começou a valer a partir de 27/02/208).

O processo de Québec, por sua vez, não restringe profissões, mas os candidatos que têm as ocupações  desta lista têm seus processos agilizados. Também é exigido o domínio do francês para obtenção do Certificat de Sélection du Québec (CSQ), que poderá ser comprovado por meio de uma entrevista, ou por meio de um teste oficial, o TCF-Q.  Alguns sortudos recebem o CSQ em casa, sem entrevista ou teste. Nesses casos, a documentação enviada já soma pontos suficientes e não é preciso de nem uma coisa nem outra. Mas atenção, o TCF-Q não é garantia de isenção da entrevista, já que além do domínio do idioma ela também avalia a adaptabilidade do candidato. Com o CSQ em mãos é possível dar entrada na parte federal do processo, e a partir daí tudo corre de forma semelhante ao do Skilled Workers. No Brasil o processo de imigração via Québec inteiro tem durado mais ou menos de 8 meses a 1 ano. O Escritório de Imigração do Québec oferece palestras de informação em várias cidades para esclarecimentos sobre a província e o processo em geral. Eu acho que elas são meio fantasiosas, mas pelo menos são claras em falar sobre a importância do idioma (não se engane, só francês não basta para as maiores cidades), e sempre é possível tirar dúvidas. O calendário e formulário de inscrição estão aqui.

4 - Mais informações
Depois de escolher o tipo de processo é hora de ir atrás de mais informações. Eu recomendo ler e reler a página do CIC ou do BIQ e não se apoiar apenas no que vê em blogs, fóruns e comunidades. Há muita confusão por aí e sempre é bom dar uma checada nas fontes oficiais. Claro que se conectar com outros brasileiros é de grande ajuda, e eu até sugeri algumas fontes aqui, mas não acho que dê para decidir nada sem estudar bem o que o governo diz sobre o assunto.

5 - Custo$
Quanto custa o processo? Bem, essa pergunta é bastante relativa porque depende do tamanho da família e do que está incluído neste cálculo (passagens aéreas e custos com idiomas, por exemplo, variam muito de acordo com cada caso). Aqui tem os custos das taxas do processo federal e aqui as de Québec. Quando demos entrada no processo eu fiz uma estimativa de gastos para um casal sem filhos que inclui também as passagens e pode ajudar. Além disso os processos pedem que os imigrantes garantam uma quantia mínima para sobrevivência durante os seis (federal) ou três (Québec) primeiros meses no país. É claro que o governo oferece imenso apoio ao imigrante, mas não dá para mudar sem dinheiro, certo? Pelo que li essa previsão sugerida pelo governo é um pouco baixa e o ideal é fazer as contas e levar grana suficiente para se sustentar por um ano sem trabalho. Mas, mais uma vez aí também entram outras variáveis, já que tudo depende do perfil profissional do candidato, do domínio do idioma e do mercado de trabalho em cada área.

6 - Formulários e andamento do processo
Federal - resumidamente a coisa toda funciona assim: antes de mais nada é preciso preencher estes formulários, pagar a taxa de abertura e enviar tudo para Sidney, em Nova Scotia. Nesta fase, este guia com instruções de preenchimento e este check-list com as instruções específicas do Consulado em SP serão de grande ajuda. Em alguns poucos meses você recebe um pedido de envio de documentos e certidão de antecedentes criminais. Depois de mandar tudo para São Paulo, um tempo depois você recebe um pedido de exames médicos, que precisam ser feitos com um médico credenciado do consulado (lista aqui). A consulta é meio cara e os exames solicitados são de sangue, urina e raio-x (alguns conseguem fazer por meio de planos de saúde). Tudo é enviado pelo médico para Trinidad & Tobago (alguém sabe por que?!) e, se tudo der certo, você recebe o seu pedido de passaporte, que deve ser enviado para o consulado junto com o comprovante de pagamento da última taxa. Pronto! Depois de comemorar a chegada do passaporte com o viste de residente permanente você tem um ano para fazer o landing no Canadá, a contar da data de realização dos seus exames.

Québec - é preciso juntar anexos e cópias destes documentos e preencher estes formulários, mas desta vez a papelada deve ser enviada para o Escritório de Imigração do Québec em São Paulo. Depois de algum tempo você vai receber uma cartinha ou email confirmando a abertura e análise do seu processo. O débito da taxa no seu cartão de crédito deve vir logo em seguida. Logo depois também deve vir também a convocação para a entrevista, que nesse primeiro ciclo de 2010 está acontecendo em Salvador ou São Paulo entre o final de maio e começo de julho. Na entrevista você deve obter o seu CSQ e depois é hora de dar entrada na parte federal do processo. É preciso pagar mais uma taxa, preencher mais estes formulários e mandar para SP, junto com as certidões de antecedentes criminais. Depois de mandar tudo é hora de sentar e esperar. Depois de uns quatro a seis meses depois virão os exames médicos e depois o pedido de passaportes, da mesma forma que eu descrevi aí em cima para o processo federal geral do Canadá. A única coisa que não descrevi no resumo dos dois processos foi a ansiedade que é para que tudo acabe logo!

7- Mais alguma coisa?
Sim, muitas! Eu escrevi um monte, mas tenha a certeza de que não coloquei nem a metade. Só para fechar, acho que listar os contatos aqui é fundamental, até porque depois que a coisa toda começa em algum momento você VAI PRECISAR entrar em contato com o Consulado ou Escritório por algum motivo. Aí vão:

-----
Escritório de Imigração do Québec em São Paulo
Avenida Engenheiro Luis Carlos Berrini, 1511, CJ 151 e 152, 15 Andar
04571-011 São Paulo - SP
Telefone: (55 11) 5505 0437
Fax: (55 11) 5505 0445
E-mail:qc.bresil@mri.gouv.qc.ca
Dia e horário de atendimento ao público: de segunda a sexta, de 9h à 12h30

----
Consulado Geral do Canadá em São Paulo
Av. das Nações Unidas, 12901 - 16º andar,
04578-000 - São Paulo - SP
Vistos e imigração
Telefone: (55 11) 5509-4343
Fax: (55 11) 5509-4262
E-mail: spalo-immigration@international.gc.ca
Horário de expediente
Segunda-feira até quinta-feira: 08:00h - 12:00h, 13:00h - 17:00h
Sexta-feira: 08:00h - 13:30h

Além disso é interessante acompanhar os timelines de quem está na mesma que você. O Ultranol tem este sisteminha em que é possível ver a quantas andam os processos (melhor olhar só os atualizados). Para quem vai pelo processo via Québec essa comunidade no Orkut também me ajuda muito e gosto muito deste fórum. Voilà! O resumo ficou bem maior do que eu imaginava, mas é porque é mesmo muita coisa. De qualquer forma, acho que deu para ter uma boa ideia de como começar!

19 comentários:

Pat 4 de abril de 2010 18:59  

Pati, adorei o post. Super completo!

Beijos

Renata 4 de abril de 2010 19:07  

Excelente post!!! Super completo!

Jean Adeodato 4 de abril de 2010 19:47  

Muito bom post, vou divulgá-lo no nosso Blog para nossos amigos e parentes.

Jean
http://searacanada.blogspot.com/

Sabrina e Henry 4 de abril de 2010 20:16  

Nossa Pati, agora você deu um show!!! Certeza se alguém me perguntar do processo não vou nem pensar muito e vou logo indicar a leitura deste post!

Parabéns!

Bjus e Boa semana!

Sabrina =)

Alice no País das Maravilhas 4 de abril de 2010 21:13  

Oi Pati,
Você disse que o google te disse que os visitantes procuram essa informação, o que faz o maior sentido, claro.
Mas queria saber como é que você viu isso?
Estamos começando o nosso blog e ficamos com algumas dúvidas básicas, até de como colocar um contador de visitantes, mais ainda sobre pesquisa de usuários...hehehe
Beijinhos

Adriana Castro 4 de abril de 2010 22:16  

também quero saber como foi que o google te contou isso aí ;-)

Juliana 4 de abril de 2010 22:55  

Oi Pat!!

Excelente post!!

Estou criando uma página no meu blog com links úteis e o seu post tem que estar nele... hehehe... posso linkar, né??

Bjs

Pati 5 de abril de 2010 06:43  

Olá a todos, que legal que gostaram do post!

Ju, Jean e a quem mais interessar, podem linkar o texto sim, com certeza :-)

Vou responder aos comentários da Adriana e da Alice por aqui porque podem ser a dúvida de outras pessoas também. Eu cadastrei o blog no Google Analytics: http://www.google.com/intl/pt-BR_ALL/analytics/index.html

Lá é possível ter acesso a várias informações sobre os visitantes do blog e uma dessas ferramentas mostra justamente o que aqueles que vieram a partir do google digitaram no campo de pesquisa para chegar até aqui.

É isso, simples assim.

bjs!
Pati

Aline Prates 5 de abril de 2010 09:27  

Olá Pati!

Estou iniciando esse processo agora e quero te agradecer e te parabenizar por este posto muito bem feito, que já vou indicar para alguns amigos meus interessados em todo esse processo.
Boa sorte pra você!

Abraços,

Aline.

César, Valéria, Lara e Anaclara 5 de abril de 2010 14:51  

Pati, quem me dera ter tudo tão arrumadinho quando tudo começou, num post como esse. Teria sido mais fácil achar todas as informações.

E a vida segue...

P 6 de abril de 2010 17:28  

tá muito bom isso aqui!!! se eu tivesse lido isso antes!
:)

menina, nem gosto de lembrar que já foram mais de 5k em investimento... e que vou gastar mais uns milhares me estabelecendo lá... caramba, temos que ter muito dinheiro, antes de qualquer coisa...

Aventuras de Rodrigue e Ruthi 29 de maio de 2010 10:52  

Pati
Estamos neste processo também. E que Deus ilumine o seu caminho e abençoe em todos os seus planos. Estamos aqui em Brasília pertinho de vocês. Através deste blog você nos tem ajudado com informações muito interesantes. E estamos orando por vocês.

Patitando 29 de maio de 2010 19:17  

Oi Rodrigue e Ruthi, vocês não deixaram e-mail, então estou respondendo por aqui. Fico feliz em saber que o blog tem sido útil. Desejo sucesso ao processo de vocês e agradeço imensamente pelas orações.

Um abraço e bom final de semana,
Pati

Igor Schultz 10 de junho de 2010 11:41  

Queridos

Este foi um dos melhores posts que já vi sobre o assunto desde que estou envolvido nesta história sobre Canadá. Sou também defendedor de que temos que fazer tudo a partir das informações oficiais. Foi como eu fiz, mas realmente os blogs, como este de vocês, possuem informações que valem muito!

Estou adicionando este link ao nosso blog.

Abração e a Paz
Igor Schultz

schultz-canada.blogspot.com

R. e L. 15 de julho de 2010 19:28  

Muito bom!
Obrigada pela paciência em escrever tanto!!
Li uma vez no seu blog sobre uma Lista de Imigração de Brasília. Gostaria de saber do que se trata!
=)

Karol 18 de novembro de 2010 16:05  

Excelente post, parabéns!

Dani 26 de julho de 2011 11:09  

Gente a Paty é minha amigaa ! Que orgulho ! Mas quero dizer aqui que ela sempre foi assim, organizada, esforçada, muito criteriosa e acima de tudo feliz em compartilhar suas conquistas ! Que Deus abençoe cada dia aí nesta terra geladinha... eu e Michael estamos engrenando nesta aventura...Muito esclarecedor ! AMEI SEU BLOG !

Pati 26 de julho de 2011 21:21  

Oi Dani, que legal ter a sua visita por aqui! Você já sabe, mas não custa repetir, contem conosco sempre!
bjinhos!

  © Free Blogger Templates Wild Birds by Ourblogtemplates.com 2008

Back to TOP