Custo de vida em Gatineau

>> 19 de janeiro de 2011

Tenho recebido alguns e-mails perguntando sobre o custo de vida aqui na região. Apesar de saber que há várias artigos na mídia local comparando as cidades canadenses e já até ter falado sobre isso aqui e aqui, acho que dá para tornar o assunto um pouco menos subjetivo e falar mais sobre preços. Então, aí vai minha avaliação sobre quanto custa o quê aqui em Gatineau baseada nos quase seis meses que estamos morando aqui.

Moradia
Gatineau é um lugar com uma história peculiar, já que foi formada em 2002 a partir da junção de 5 pequenas cidades que hoje são tratadas como setores do mesmo município: Aylmer, Buckingham, Gatineau, Hull e Masson-Angers. Hull, Aylmer e Gatineau são os setores mais próximos de Ottawa e o preço da moradia tende a subir de acordo com a proximidade de uma das pontes que ligam as duas cidades. Na minha opinião os melhores setores são os de Hull e Aylmer, e há muitas casas e apartamentos novos nessas regiões. No setor de Gatineau também há novidades, mas acho o trânsito um pouco pior. Falando de preços: o aluguel de um apartamento de um quarto custa algo mais ou menos entre $500 e $750, de dois quartos entre $650 e $1000 e de três, $850 e 1300. Tudo depende da localização e do estado de conservação do imóvel. Alguns bons lugares para dar uma pesquisada nos preços: Kijiji, Renters e Duproprio.

Alimentação
No geral se não fizermos a conversão de dólar para real, acho que gastamos aproximadamente o que gastávamos no Brasil em supermercado, mas com a diferença de que aqui almoçamos em casa todos os dias. Algumas coisas são mais caras, como leite, frango, carne bovina e algumas frutas. Outras são muito mais baratas, como peixe, queijos, sucos e material de limpeza. O restante acho que fica no zero a zero. Os principais supermercados aqui são o Super C (as frutas e legumes lá costumam ser mais baratos), Loblaws (algo tipo o Pão de Açúcar), Wal-Mart (tem muito mais variedade do que o do Brasil), Costco (algo tipo o Macro), Metro, Provigo e Maxi. Dá para ter uma ideia de preços consultando os folhetos no Circulaires e no Publisac.

Sobre restaurantes, nesse ponto tenho certeza que gastamos bem menos do que em Brasília, mas ainda estamos descobrindo o que gostamos ou não aqui. Restaurantes baratos custam uns $30 a $40 por casal (contando com taxas e gorjeta), restaurantes intermediários ficam entre $40 e $70, e um restaurante caro vai sair de uns $100 para cima.

Transporte
Em Gatineau o transporte público é só por ônibus, pelo STO. A passagem subiu em janeiro e custa 2.95 ou 3.45, depende para onde se vai. Há passes mensais e anuais e os valores estão aqui. Agora, na minha avaliação aqui é uma cidade bem complicada para ficar sem carro. Tudo é bem espalhado, e dependendo do horário e do lugar, é preciso esperar um bom tempo por um ônibus. No inverno não é nada agradável... Dependendo da urgência, taxi pode quebrar um galho: para ir para algum lugar perto vai se gastar uns $8, para ir para algo mais distante uns $20 (com gorjeta).

O custo de manutenção de um carro aqui certamente é mais baixo que em cidade maiores. O licenciamento anual custa uns 250 dólares. Sobre a gasolina, o preço no inverno deu uma subida, está custando mais ou menos $1,12 o litro (já com taxas). Aí fica faltando incluir o valor anual do seguro e da renovação da carteira de motorista (paga anualmente no mês do aniversário).

Lazer
Acho que Gatineau é um excelente lugar para famílias e há muitas opções de diversão gratuitas ou por um valor bem acessível, principalmente com a carta da cidade. A prefeitura está divulgando agora a programação de inverno, dá para ter uma ideia do que eu estou falando aqui. Tem oficinas, teatro, brincadeiras na neve, exposições e todo tipo de esporte de inverno. Fora isso, o que não falta em Gatineau e Ottawa são cinemas (o preo fica entre $5 e $15), bibliotecas e opções de atividades ao ar livre.

Há também os centros comerciais, algo como os shopping centers no Brasil, mas em um formato um pouco diferente. Agora, vale ressaltar que Gatineau é uma cidade que dorme cedo e tem muitos estabelecimentos que fecham às 17hs em alguns dias da semana. Em Ottawa é um pouco diferente, então qualquer coisa é só cruzar a ponte.

Beleza
Falando de papo calcinha, eu acho aqui o paraíso para maquiagem, produtos para pele, cabelo e afins. A variedade é imensa, os preços são ótimos e tudo é fácil de se achar. O que por acaso não se encontra dá para comprar pela internet nos EUA e pedir para entregar aqui (pagando as taxas, claro). Ainda assim sai bem em conta. Agora, se falarmos de preços de serviços... Aí é bem diferente! Os valores em salões de beleza são bem salgadinhos e não há garantia que o trabalho vai agradar. As mulheres aqui adoram unhas em gel e porcelana, daquelas bem enfeitadas... Gostam de usar bumpits exageradamente e são fãs de um corte bem assimétrico. Mas, para tudo dá-se um jeito e já ouvi boas recomendações de alguns lugares por aqui.

Como o post já está gigante, vou ficando por aqui, mas acho que deu para cobrir bastante coisa! Se alguém tiver alguma dúvida mais específica, é só deixar aí nos comentários.

10 comentários:

Tatiana 19 de janeiro de 2011 21:58  

hahaha esses bumpits são o Ô!!! haha parece que voltaram para os anos 60!!! rs

Bjs!!!
Tati
PS: pra qdo é a baby?

Carol e Luciano 19 de janeiro de 2011 22:05  

Oi Pat, adorei ver o comercial do bumpits no link que vc colocou - que coisa do século passado! hehehehe
Ainda no assunto calcinhas, vale comentar que o preço para manter a depilaçao em dia aqui é muuuito caro, porém o custo da depilaçao a lazer (definitiva) é bem mais barato que no Brasil.
Bjs

Vanessa 19 de janeiro de 2011 22:17  

pelamordedeus! O que são esses bumpits, enhi! cruzes! rs!

Ficou excelente o post.
Bjs

Bia Maria 19 de janeiro de 2011 22:55  

kkkkkkkkk! Ri alto agora Pat!
Com os bumpits na cabeça, ninguém merece!
Fica um super cabeção! ha!ha! =D
Show o post!
Bjus de LuzZ!

Ju 19 de janeiro de 2011 23:22  

Oi Pati!

Deixa eu te contar um esqueminha que aprendi por aqui e q talvez te ajude um dia. Para compras dos EUA, dependendo do valor vale a pena mandar entregar por lá e ir buscar. Confuso, né? Mas eu explico: tem uma cidade americana logo depois da fronteira (1 hora de carro aqui de Gatineua) chamada Ogdensburg. É o fim do mundo, aliás vc sabe q é o fim do mundo pq o Wal Mart tem estacionamento pra carroça, sem brincadeira! Acho q só tem amish morando por lá, mas voltando ao assunto, vc pode comprar qq coisa em site americano e mandar entregar na UPS de Ogdensburg, eles cobram $5.00 por semana por caixa guardada lá, então se vc tiver visto americano é só atravessar a fronteira e ir até a loja da UPS pra pegar sua encomenda. Outra coisa boa, é q como estamos em Gatineau e cruzamos a fronteira por Ontário, então pagamos só 5% de impostos por tudo trazido dos EUA. Já fiz algumas comparações e mesmo colocando o dinheiro da gasolina + pedágio + imposto + taxa da UPS muitas vezes sai mais barato ir até lá pra pegar. Já fiz isso com bota de inverno, e mesmo com todos os gasto economizei Ca$140.00, não adianta nos EUA a grande maioria das coisas é mais barata, tem muita gente q compra pneu de neve nesse esquema pq sai bem mais em conta do q comprando por aqui. O Wal Mart de lá tb vale uma visita, tudo mais barato que por aqui! (Coca-cola a U$0.77!!)

Fica a dica pra vc!

Beijos,
Ju

Patitando 19 de janeiro de 2011 23:48  

Muito engraçado que os comentários das meninas são só sobre os bumpits!!! Mas eu acho mesmo bem bizarro...

Ju, obrigadíssima por essa dica preciosa da fronteira dos EUA. Uma hora não é nada!!! Valeu mesmo!

Dupla Canadense 20 de janeiro de 2011 01:01  

Muito legal o seu post ! Vou deixar arquivado nos meus favoritos paar qdo estivermos aí no Canadá !

Bjs da Dupla

Drinho e Nessa 20 de janeiro de 2011 01:46  

Oi Paty,
Post muito legal... eu vou replica-lo no nosso blog!
Vale acrescentar que o custo de vida em Gatineau é menor do que em cidades maiores e até mesmo do que em Ottawa, principalmente para quem tem filhos. Saiu até uma matéria sobre o assunto, que foi publicada neste post: http://terrasestranhas.blogspot.com/2010/08/familias-de-ottawa-se-beneficiam-em.html

Família Marcondes 20 de janeiro de 2011 10:51  

Oi Pati,
adorei o post! Super útil para quem está pensando em Gatineau como destino.

Vou linkar esse post no meu blog ok?

Bjs
Fernanda

Ps.: como está a ansiedade nessa reta final? Aposto que não vê a hora de ter sua Bellinha no colo.

Jhon 20 de janeiro de 2011 23:24  

Pati! Adorei seu texto sobre Gatineau. Fico com tanta vontade de conhecer dessa forma que vc fala, não da forma corrida como a qual eu conheci. Mas enfim, qdo for te visitar vc me apresenta.

E nem preciso falar do Bumpits, ne? Me lembraram a Fran Fine http://2.bp.blogspot.com/_fTT9xlgZ9CU/SUB9fRKqs3I/AAAAAAAAQTA/OW-kzpbv0gQ/s400/Senator+Fran+Fine.jpg do The nanny. Enquanto aqui no Brasil a mulherada quer cabelo mais a vaca lambeu, aí é dessa forma. Minha mãe que gosta de cabelo alto amaria! rs

Quanto ao preço dos serviços, eu acho que se comparar com o preço daqui realmente é mais caro, mas aí, como acho que em todo o Canadá, preço de serviços e ainda mais estética é caro mesmo... Eu corto cabelo há cada 15 dias, já vi q meu bolso vai sofrer...

até

  © Free Blogger Templates Wild Birds by Ourblogtemplates.com 2008

Back to TOP