Viajando com animais na cabine

>> 16 de julho de 2010

A data da viagem se aproxima e é preciso acertar os últimos detalhes para o embarque da Pucca. Vou deixar algumas informações aqui que podem ser úteis para outros que estão fazendo viagens internacionais com animais. A informação sobre caixas de transporte vale apenas para os bichinhos que vão viajar dentro da cabine, mas o resto vale para cães e gatos viajando no compartimento de carga também.

Caixas de Transporte
Nós estamos indo com a Air Canada, mas o trecho Brasília-Guarulhos é feito pela TAM. O pepino é que a medida máxima das caixas de transporte para dentro da cabine são incompatíveis:

TAM: 36x33x25cm (comprimento, largura e altura)
Air Canada: 55x40x23cm (comprimento, largura e altura)

As medidas da TAM mudaram recentemente eu não podia imaginar que comprando o bilhete pela Air Canada elas não seriam aceitas pela TAM. E daí que já tínhamos encomendado a caixa da Pucca sob medida aqui (super recomendo!) e tivemos que comprar outra só para o trecho da TAM. A medida da TAM é bem menor e se não conseguirmos colocar a caixa na nossa bagagem de mão, infelizmente ela vai ser deixada em Guarulhos... Ainda bem que consegui uma dica da Alessandra daqui de Brasília e comprei em um lugar bem em conta. Um detalhe, as duas caixas de transporte são em material flexível. Quando me informei com a atendente da Air Canada ela disse que a altura de 23 cm poderia ser de uns 26 ou 27 cm no material flexível porque na hora de colocar embaixo do banco da aeronave a caixinha pode ser "amassada" e acomodada lá embaixo. A nossa é parecida com essa aqui e acho que no caso de animais que viajam dentro da cabine o kennel de material rígido é contra-indicado justamente por conta do pequeno espaço dentro dos aviões.

Taxas para o animal
Bem, com a novela das caixas de transporte resolvida, é preciso acrescentar que os dois trechos têm que ser reservados separadamente no momento da compra dos bilhetes. Assim, é preciso reservar o transporte do animal no trecho da Air Canada diretamente com eles informando o peso do animal mais o kennel, e o mesmo deve ser feito na TAM. Tudo pode ser feito por telefone: AC (11) 3254-6630 e TAM 4002-5700. O pagamento é feito somente no dia da viagem por dois motivos: o animal precisa ter uma documentação específica que só é obtida faltando alguns dias para a viagem, e há limite de animais transportados por vôo. Por conta disso, só fechamos o bilhete quando tivemos a confirmação de que esse limite não tinha sito atingido. Por fim, vale lembrar que a Air Canada tem um embargo na alta temporada para o transporte de animais no compartimento de carga (veja aqui), mas, dentro da cabine eles podem ir o ano todo (ufa!).

Documentação
Para viagens internacionais, é preciso emitir o CZI (Certificado Zoossanitário Internacional), que vale apenas por dez dias e é gratuito. Esse documento é emitido na cidade de embarque do animal, mesmo que a saída do país seja em outro local. Assim, o da Pucca será emitido na unidade UVAGRO do Aeroporto aqui em Brasília (61 3364-9521), mesmo que o embarque internacional seja apenas em São Paulo. Aqui nesta página do Ministério da Agricultura tem tudo sobre o CZI e sua solicitação, então deixo apenas o link porque o post já está meio gigante...

Nós vamos pedir ao veterinário dela um atestado de saúde e de vacinação contra raiva e no começo da semana iremos ao aeroporto com a carteira de vacinação, esse atestado e o formulário XXIX da Vigiagro que pode ser retirado daqui. Eu também pedi ao veterinário para assinar um atestado de saúde e vacinação em inglês para o caso de ser preciso na imigração lá em Toronto, ou por qualquer outra razão. Essa dica quem me deu foi a Michelli que também viajou com uma pequena yorkie, e achei bastante útil. Atenção às datas, porque o atestado para solicitação do CZI vale apenas por 72 horas (três dias corridos).

A viagem
Não pretendemos sedar a Pucca, já que foi contra-indicado pelo veterinário. Provavelmente ela estará em jejum para evitar o número 2 e colocaremos um tapete higiênico na base das caixas para o xixi se precisar. Também colocaremos nela uma coleira com a medalha de identificação que ela já usa para passear e as caixas irão com o nosso contato (nome, vôo e nossos dados pessoais). Teremos um tempo curto em SP, mas vamos retirá-la da caixa e dar uma volta com ela para reduzir o stress e para ela beber água e usar o banheiro. Eu não sei se poderemos abrir a caixinha no vôo da AC, mas vou dar água para ela por lá também. Outra coisa que fizemos foi castrá-la aqui, que era algo que pensávamos em fazer para não ter esse stress por lá.

É isso. Apesar de imenso, o post fica incompleto porque a viagem ainda não aconteceu e não posso dizer o que funcionou ou não e como foi. Depois complemento e coloco os modelos de atestado se eles forem aprovados.

Acho que este deve ser o último post do tipo informativo que escrevo estando ainda aqui no Brasil. Falta uma semana para a viagem e agora estamos no clima de despedidas. Além disso ainda temos muitas pequenas coisas para resolver até sexta que vem, então tudo continua corrido. Mas está quase! Estou com muita vontade que chegue logo o dia de escrever o primeiro post em terras canadenses...

12 comentários:

César, Valéria, Lara e Anaclara 16 de julho de 2010 20:48  

Por aqui também quase tudo pronto. Só aguardando o grande dia. Inclusive nosso shih tzu, o Aragorn. Coisa de fã do Senhor dos Anéis.

E a vida segue...

P 16 de julho de 2010 21:09  

vai dar tudo certo, acredite! na cabine é mais fácil, feliz ou infelizmente eles não checam nada!
e no mais... tem um cara lá em cima ajudando.
se prepara e boa viagem!!!! vai chegar com menos calor, vai ser bom pra família toda!
:)

Alice no País das Maravilhas 16 de julho de 2010 22:59  

Oi Pati! Que delicia, uma semana e contando!
Beijinhos,
Alice

um dia... aline... no québec 17 de julho de 2010 10:46  

Olá Pati!

Que tudo de certo pra vocês agora nessa reta final (finalíssima). Estou aqui torcendo pra dar tudo certo.

Beijão, Aline.

Zuzus 17 de julho de 2010 15:37  

Oi Pati!!
Seu post foi ótimo!! De todas as ansiedades que nos assolam durante este período da parte federal, a maior, sem sombra de dúvidas, é a forma como será a viagem da nossa filhota. Atualmente ela está pesando quase 12kg, e isso me preocupa muito, porque queria que ela ficasse conosco na cabine. Ela foi adotada e tem alguns traumas.Vamos ver até lá! Estamos pensando em ir de carro até SP, para evitar o stress do voo curto. Depois manda as notícias de como é feita a fiscalização do peso e altura do animal no embarque, se puder.
Beijos,
Zuzu.

"A.T.AC en Canadá" 17 de julho de 2010 15:39  

Merci pelas informações são super importantes, mas fiquei triste por descobrir que minha lhasa a Tiffany terá que ser despachada como as bagagens, pois ela tem quase 8 kg e está com 70cm de comprimento. Nesse caso não sei como farei. Mas super valeu.

Delta 17 de julho de 2010 20:36  

Pati... você e seus posts MEGA úteis! Super obrigada! Que bom saber que meu pequeno poderá ir dormindo bonitinho debaixo do banco rsrs
Beijos
Dani

Carol e Luciano 18 de julho de 2010 12:57  

Pati, que bom que vc esta bem organizada. Nos trouxemos a Neve e infelizmente ela nao pode vir dentro da cabine pelo tamanho :( Mas acho que deixa-la sem comer por 2 dias eh bastante tempo, nos somente paramos de dar comida pra Neve 8 horas antes,pq ela ainda iria enfrentar bastante tempo de voo e poderia ter fraqueza o que seria ainda pior. Os animais ficam estressados com o ambiente novo da caixa e geralmente nao fazer as necessidades assim tao facil, no maximo o xixi e vc deve mesmo dar agua pra ela durante o voo.
Desejo boa viagem pra vcs. BJs

Di 18 de julho de 2010 14:11  

Oi Pati, estamos acompanhando seu Blog... estamos vivendo a mesma fase... porém nós estamos indo p/AU. Já moramos no Canadá por 1 ano... com certeza vc irá adorar! Fiquei com inveja desse post :( Nós teremos que deixar nosso gato pq a AU n aceita animais de procedencia brasileira :( existe uma empresa que consegue enviar, mas o custo é muito alto :( bem no fim deveriamos ter ido pro CA mesmo hehe. Boa sorte e boa viagem! Abçs.

Lupatinadora 18 de julho de 2010 20:16  

Oi Pati,

ótimo post! Eu acho que é mais fácil levar animal para o Canadá que gente - animal nao precisa de processo, visto nem nada, só o reltatório do vet e o CZI!

Tá chegando...

Para a Di aí em cima: a Inglaterra aceita pets embarcados na Argentina. Nao sei se a AU tb aceita, mas eh uma opcao ir pra Argentina uns dias antes para levar os filhos!

MARDEN BASTOS (Real Estate Sales Representative) 19 de julho de 2010 03:58  

Pati, parabéns pelo post. Super informativo. Tenho certeza que vai ajudar muita gente.

  © Free Blogger Templates Wild Birds by Ourblogtemplates.com 2008

Back to TOP