Sobre o nosso projeto para a entrevista

>> 5 de dezembro de 2009


Coisinha munitinha da mamãe

Algumas pessoas me perguntaram como organizamos o nosso projeto de imigração para apresentar na entrevista, então preparei este post para falar um pouco sobre ele. Sei que alguns preparam verdadeiros livros, cheios de detalhes, mas, como percebemos que a tendência das últimas entrevistas era focar mais no perfil do candidato do que no próprio projeto, nossa idéia foi tentar fazer algo mais conciso. Dividimos em quatro partes:

1. Por que Québec e por que Gatineau
Aqui justificamos em uma página as qualidades e os atrativos de Québec e de Gatineau. Além de tiramos informações do site, colocamos algumas coisas pessoais, como a ideia de criar filhos em Gatineau. Não achamos necessário colocar justificativas de "por que Canadá" porque vi que dificilmente o entrevistador focava a conversa no Canadá, era mais o Québec mesmo.

2. Primeiros passos
Também em uma folha listamos providências iniciais após a chegada. Colocamos uma listagem dos documentos que precisamos tirar, nossa ideia de Homestay para os primeiros dias, contato do CEGEP de lá e nome e endereço de duas associações de apoio ao imigrante do Outaouais que também oferecem ajuda para inserção no mercado de trabalho canadense (SITO e Réseau Outaouais).

3. Orçamentos e ofertas de emprego
Preparamos 3 orçamentos mensais familiares: o primeiro, do chamado Plano A, era seguido por vagas de empregos que julgamos ser semelhantes ao nosso perfil, e que tem bons salários. Na real, sabemos que as chances de ocuparmos essas vagas logo de cara são baixas, já que não teremos a tal "experiência canadense". Depois vinha o orçamento B, seguido de vagas ainda na nossa área de formação, mas com exigências um pouco mais baixas do que as do nosso perfil profissional. Por fim, um orçamento C, mais enxuto, uma opção para o caso de nenhum dos dois conseguirmos bons empregos, seguidos por vagas que pagavam salário mínimo. Colocamos duas vagas para mim e para o marido por plano.

4. Moradia em Gatineau
Colocamos aqui um mapa de Gatineau seguidos por mapas dos setores que temos interesse em morar. Depois do mapa de cada setor colocamos algumas ofertas de aluguel com preços diferentes, que exemplificavam os valores dos budgets A, B e C.

Tudo isso deu aproximadamente umas trinta páginas. No fim das contas, durante a entrevista o M. Leblanc só se interessou mesmo pela terceira parte. Examinou cuidadosamente as ofertas de emprego e passou os olhos pelos orçamentos. Mas como sei que isso depende um pouco do entrevistador e da situação, sou do partido de que quanto mais preparados estivermos melhor...

Depois da entrevista veio a maravilhosa sensação de alívio. Aproveitamos para agradecer a Deus e depois comemorar e relaxar com um bom vinho... Delícia!











Santa Rita 120
Carmenère,
super recomendo!!

4 comentários:

Pat 5 de dezembro de 2009 14:35  

Oi Pati. Eu sou a Pat! rs
Estou começando agora a estudar Francês e em breve tbm dar início ao processo. Estou sempre visitando seu blog para saber das novidades e dicas.
Fiquei mt feliz com a conquista do CSQ!!
Abraços,
Pat

Carol e Luciano 5 de dezembro de 2009 19:18  

Oi Pati, que bom que vc gostou do novo visual do nosso blog. Já me coloquei como sua seguidora e na lista de blogs. Parabéns pela entrevista. Bjs

César, Valéria, Lara e Anaclara 6 de dezembro de 2009 01:36  

Só essa capa já diz que foi feito com muito capricho e dedicação.

E a vida segue...

Pati 5 de janeiro de 2010 10:11  

Olá, obrigada a todos pelos comentários!

---

Oi Pat!
Obrigada pelas visitas no blog! Também estamos muito felizes com o CSQ. Agora é aguardar o federal! Você pensa em começar o processo quando? Tem alguma ideia de que cidade pretende morar? Muito sucesso para você no seu processo...

Abraços,
Pati

  © Free Blogger Templates Wild Birds by Ourblogtemplates.com 2008

Back to TOP